Danç-Êh-Sá – 2006

Ficha Detalhada:

A amada e grande banda de Tom Zé:
Lauro Léllis, bateria;
Jarbas Mariz, cavaco, 12 cordas, voz;
Cristina Carneiro, teclados, voz;
Sérgio Caetano, guitarra, voz;
Daniel Maia, baixo, voz; Luanda, voz.

Produção Executiva,
Produção Musical e Arranjos
Tom Zé e Paulo Lepetit

Gravação, Edição e Mixagem
Paulo Lepetit e Marcelo Blanck

Suporte técnico para Tom Zé
Marcelo Blanck

Masterização
Homero Lotito Reference Mastering

Coordenação de Produção
Neusa Martins

Assistência de Produção
Tânia Lopes

Superestrutura
Arthur Nestrovski

História da Música
Kika Leoi

Consulta Pesquisa MTV
Flavia Guerra e Yone Mendes

Consultoria Histórica
Tatiana Lima e Marcos Botelho

Projeto Gráfico
André Hime e Huila Gomes
Estúdio Pixel Banana

Ilustração Capa
Ipojucã Vilas Boas

Fotos Tom Zé
Bruna Calegari

Colaboração Gráfica
Vange Milliet
Cecilia Lucchesi

Aconselhamento Estético
Roberto Maia e Gustavo Martins

Direção de Palco, Figurino e Criação da Dança
Laura Huzak Andreato

Fotos gentilmente cedidas por
Gina Leite e Kau Santana

Projeto Domingueiras, Bahia, sob coordenação de Roberto Sant ‘Anna

Entrevistas

EU  NÃO ACREDITO
2005 PESQUISA DA MTV entre jovens:
“Somos consumistas, somos egoístas, hedonistas; não queremos saber de solidariedade ou de qualquer responsabilidade social.”

EU NÃO ACREDITO
2005 ENTREVISTA DE CHICO BUARQUE DE HOLANDA:

“…A canção acabou”.
EU NÃO ACREDITO
REVISTA “CONCERTO”: artigo do maestro Júlio Medaglia sobre a potência do novo som instalado em carros, assumindo em mea culpa o desleixo da sociedade culta musical que não acompanhou com “novos conteúdos uma revolução técnica gigantesca que levou o raciocínio sonoro a um nova século”.

FAIXAS

1. Uai-uai – Revolta Queto-Xambá 1832
2. Atchim – Revolta Paiaiá 1673
3. Triú-triii… – Revolta Malê 1835
4. Cara-cuá – Revolta Nagô-Oió 1830
5. Acum-mahá – Revolta Jege-Mina-Fon 1834
6. Taka-tá – Revolta Banta 1910
7. Abrindo as urnas – Encourados de Pedrão 1823

Letras:

 

  1. Uai-Uai 03:43

Revolta Queto-Xambá 1832 Ludositores: Tom Zé / Paulo Lepetit BR-TRB-06-00033

Os Quetos vieram do Sudão e se revoltaram a partir de 1830. Os xambás localizaram-se predominantemente em Olinda e participaram de várias revoltas.

Percussão e bateria: Guilherme Kastrup. Baixos, cavacos e programação eletrônica: Paulo Lepetit. Sanfonas: Adriano Magoo. Harpa: Marcelo Blanck. Teclados: Cristina Carneiro. Vozes: Tom Zé, Luanda, Sérgio  Caetano, Jarbas Mariz

 

  1. Atchim 06:06 Revolta Paiaiá 1673

Ludositores: Tom Zé / Paulo Lepetit BR-TB 06-00034

Os índios paiaiás, da região de Irará, quando chegaram os primeiros colonizadores, em 1673, fugiram para não ser escravizados

Programacão eletrônica a percussão: Guilherme Kastrup. Programação eletrônica, bongô, baixo e cavacos: Paulo Lepetit. Sanfonas: Adriano Maggo. Harpa: MarceloBlanck. Cornetas e flautinhas: Tom Zé. Cavaco:Daniel Maia.Vozes: Tom Zé, Luanda, Sérgio Caetano, Jarbas Mariz e Adriana Andrette. Pré-assistência de percussão para Tom Zé: Lauro Lellis. Mariz e Adriana Andrette.

 

  1. Triú-Triii 05:22 Revolta Malê 1835

Ludositores: Tom Zé / Paulo Lepetit BR-TRB-0600035

Os malês eram de religião muçulmana e fizeram em Salvador, Bahia,

um movimento muito estudado hoje em dia, conhecido como a Revolta dos Malês, 1835.

Percussão: Guilherme Kastrup e Jarbas Mariz. Baixos e programação eletrônica: Paulo Lepetit. Sanfonas: Adriano Magoo. Harpa: Marcelo Blanck. Vozes: Tom Zé, Cristina Carneiro, Luanda, Sérgio Caetano, Jarbas Mariz e Adriana Andrette. Pré-assistência de percussão para Tom Zé: Lauro Léllis.

 

  1. Cara-Cuá 04:53 Revolta Nagô-Oió 1830

Ludositores: Tom-Zé / Paulo Lepetit BR-TRB-06-00036

Os Nagôs foram levados mais para a Bahia, Maranhão e Rio de Janeiro. Os Oitis, para o Rio Grande do Sul.

Programação eletrônica: Guilherme Kastrup. Baixo, violões e programação eletrônica: Paulo Lepetit. Sanfonas: Adriano Magoo. Cavaco e violão de 7 cordas: Daniel Maia. Harpa e orguinhos: Marcelo Blanck. Piano: Cristina Carneiro. Percussão de boca: Tom Zé. Vozes: Tom Zé, Luanda, Sérgio Caetano, Jarbas Mariz e Adriana Andrette. Pré-assistência de percussão paraTom Zé: Lauro Léllis.

 

  1. Acum-Mahá 04:19 Revolta Jege-Mina-Fon 1834 Ludositor: Tom Zé

BR-TRB-06-00037

Essas nações vieram da Costa do Benin (antigo Daomé) e eram subdivisões da nação Jege.

Programação eletrônica e percussão: Guilherme Kastrup. Programação eletrônica, bongô,

baixo e cavacos: Paulo Lepetit. Sanfonas: Adriano Magoo. Harpa: Marcelo Blanck. Cornetas e flautinhas: Tom Zé. Vozes: Tom Zé, Luanda, Sérgio Caetano, Jarbas Mariz e Adriana Andrette. Pré-assistência de percussão para Tom Zé: Lauro Léllis.

 

  1. Taka-Tá 03:38 Revolta banta 1910 Ludositor. Tarn Zé BR-TRB-0600038

As civilizações bantas, da Contra-Costa africana, são representadas pelos moçambiques (macuas e angicos); o grupo banto foi reduzido às nações: Angola, Congo e Cabinda.

Em 1910, João Cândido, depois chamado de “Almirante Negro”, da Marinha brasileira, liderou a Revolta da Chibata.

Bateria. percussão e programação eletrônica: Guilherme Kastrup. Percussão: Jarbas Mariz. Baixos, programação eletrônica e cavacos: Paulo Lepetit. Sanfonas: Adriano Magoo. Cornetas: Torn Zé. Harpa e orguinho: Marcelo Blanck. Vozes: Tom Zé, Luanda, Sérgio Caetano, Jarbas Mariz Adriana Andrette. Pré-assistência de percussão para Tom Zé: Lauro Léllis.

 

  1. Abrindo as Urnas 04:33 Encourados de Pedrão 1823 Ludositores: Tom Zé / Paulo Lepetit BR-TRB-0600039

Os Encourados de Pedrão, vaqueiros pardos, lutaram na Guerra da Independência da Bahia em 1823.

Programação eletrônica: Guilherme Kastrup. Baixo, violões e programação eletrônica: Paulo Lepetit. Percussão: Eder Rocha. Sanfona: Adriano Magoo. Cavacos: Daniel Maia. Harpa e orguinhos: Marcelo Blanck. Percussão de boca:Torn Zé. Vozes: Torn Zé, Luanda, Sérgio Caetano, Jarbas Mariz e Adriana Andrette. Pré-assistência de percussão para Tom Zé: Lauro Léllis.